São Miguel das Missões

 

Acima, simpáticas crianças guaranis brincam perto das ruínas de São Miguel Arcanjo, em 2002.

Embaixo, vista do interior das ruínas da Igreja.

 

São Miguel das Missões tem raízes na antiga missão jesuítica de São Miguel Arcanjo, fundada em 1632. Os guaranis eram frequentemente atacados por caçadores de índios paulistas e a Missão foi praticamente destruída, mas os jesuítas espanhóis retornaram o final do século 17, tornando-a um próspero povoado. Situava-se em terras de litígio entre Portugal e Espanha. A região passou a ser reconhecida como brasileira, após o Tratado de Madrid, de 1750. Por esse Tratado, os jesuítas e os índios deveriam ser transferidos para o lado ocidental do Rio Uruguay, mas os índios não concordaram e deram início a Guerra Guaranítica, que resultou na destruição do povoado.

 

Dados do Município

População (2015): 8 mil.

Gentílico: miguelino.

Distância da capital: 473 km.

Altitude 305 m.

 

Ruinas São Miguel

 

As Ruínas de São Miguel Arcanjo foram tombadas como  monumento nacional, em 1937.

São Miguel das Missões foi elevado à condição de município em 29 de abril de 1988, desmembrado de Santo Ângelo e São Luiz Gonzaga.

Mais: Mapa e Portal de São Miguel das Missões.

 

Rio Grande do Sul

 

Redução jesuitica

 

Ruinas Sao Miguel

 

História

 

Missões

 

Ruinas São Miguel

 

Projeto da Igreja de São Miguel, em 1756, do padre Giovanni Battista Primoli.

 

 

 

São Miguel das Missões

 

 

Copyright © Guia Geográfico - Viagem e turismo RS, Patrimônio Histórico, reduções jesuíticas dos guaranis.

 

Rio Grande do Sul

 

 

São Miguel das Missões